Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS | (51) 3231-4260
PRESIDENTE DA ANATEL GARANTE QUE NINGUÉM FICARÁ SEM ASSISTIR TELEVISÃO
Segunda, 11 de Dezembro de 2017

PRESIDENTE DA ANATEL GARANTE QUE NINGUÉM FICARÁ SEM ASSISTIR TELEVISÃO

Juarez Quadros afirmou que já foram entregues 65% dos kits com conversor digital previstos para a Região Sul

 

O presidente da Anatel, Juarez Quadros, apresentou o panorama de desligamento do sinal analógico na Região Sul (Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina). Na entrevista coletiva cedida na manhã desta terça-feira, 12, na sede da agência, em Porto Alegre, o executivo afirmou que já foram entregues 65% dos kits com conversor digital previstos para a Região Sul e garantiu: "Ninguém ficará sem assistir televisão".
Do total previsto até 31 de janeiro de 2018 - data em que o sinal analógico será desligado no território - ainda faltam 35%. "A lei prevê atingir 90%, no entanto, nós queremos chegar a 100%", destacou Quadros. Também presente na coletiva, o presidente da Associação Administradora do Processo de Redistribuição e Digitalização de TV e RTV - Seja Digital, Antonio Carlos Martelletto, disse que oito estados no Brasil já fizeram a migração. "Foram distribuídos sete milhões de kits no País e, para as 107 cidades gaúchas, serão entregues 480 mil", falou.
Segundo Quadros, os municípios do oeste gaúchos terão sinal digital até final de 2018 e, de acordo com o cronograma da Anatel, em 2023 o sinal analógico será desligado em todo o País. Com a digitalização, haverá a liberação da faixa de 700 MHz que, atualmente, é ocupada por canais de TV aberta em tecnologia analógica. Com sua liberação, a radiofrequência será utilizada para ampliar a disponibilidade do serviço de telefonia e internet de quarta geração (4G LTE) no Brasil, e Quadros informou que as empresas de telefonia celular já compraram a frequência.  
Martelletto lembrou, ainda, a importância da mídia na divulgação do desligamento do sinal. "Vocês fazem essa informação chegar com mais facilidade ao público", agradeceu às cerca de 30 pessoas, entre jornalistas de veículos como Coletiva.net, Band, Record, RBS TV, Zero Hora, TVE, Correio do Povo, Jornal do Comércio e SBT RS. Ele também sinalizou que todas as dúvidas podem ser tiradas por meio do telefone 147, com atendimento 24h. Após a entrevista, Quadros fez a entrega do kit número 315 mil na agência central dos Correios (rua Siqueira Campos, 1.100, Centro Histórico), na Capital.

O presidente da Anatel, Juarez Quadros, apresentou o panorama de desligamento do sinal analógico na Região Sul (Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina). Na entrevista coletiva cedida na manhã desta terça-feira, 12, na sede da agência, em Porto Alegre, o executivo afirmou que já foram entregues 65% dos kits com conversor digital previstos para a Região Sul e garantiu: "Ninguém ficará sem assistir televisão".

Do total previsto até 31 de janeiro de 2018 - data em que o sinal analógico será desligado no território - ainda faltam 35%. "A lei prevê atingir 90%, no entanto, nós queremos chegar a 100%", destacou Quadros. Também presente na coletiva, o presidente da Associação Administradora do Processo de Redistribuição e Digitalização de TV e RTV - Seja Digital, Antonio Carlos Martelletto, disse que oito estados no Brasil já fizeram a migração. "Foram distribuídos sete milhões de kits no País e, para as 107 cidades gaúchas, serão entregues 480 mil", falou.

Segundo Quadros, os municípios do oeste gaúchos terão sinal digital até final de 2018 e, de acordo com o cronograma da Anatel, em 2023 o sinal analógico será desligado em todo o País. Com a digitalização, haverá a liberação da faixa de 700 MHz que, atualmente, é ocupada por canais de TV aberta em tecnologia analógica. Com sua liberação, a radiofrequência será utilizada para ampliar a disponibilidade do serviço de telefonia e internet de quarta geração (4G LTE) no Brasil, e Quadros informou que as empresas de telefonia celular já compraram a frequência.  

Martelletto lembrou, ainda, a importância da mídia na divulgação do desligamento do sinal. "Vocês fazem essa informação chegar com mais facilidade ao público", agradeceu às cerca de 30 pessoas, entre jornalistas de veículos como Coletiva.net, Band, Record, RBS TV, Zero Hora, TVE, Correio do Povo, Jornal do Comércio e SBT RS. Ele também sinalizou que todas as dúvidas podem ser tiradas por meio do telefone 147, com atendimento 24h. Após a entrevista, Quadros fez a entrega do kit número 315 mil na agência central dos Correios (rua Siqueira Campos, 1.100, Centro Histórico), na Capital.

 

 

Fonte: Coletiva.Net
Compartilhe esta notícia:

Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS
Rua Riachuelo, 1098 - Sala 204 - Bairro Centro
CEP: 90.010-270 - Porto Alegre - RS
FONE: (51) 3231-4260
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

ACESSE NOSSAS REDES

SINDIRÁDIO ® TODOS OS DIREITOS RESERVADOS