Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS | (51) 3231-4260
2020 é o ano da mudança
Sexta, 28 de Fevereiro de 2020

2020 é o ano da mudança

Iniciada oficialmente em 2016, é esperado que este ano seja o de maior movimentação na migração

Por Christina Gadret
Presidente do Sindicato das empresas de Rádio e Televisão do RS

Logo nos primeiros meses do ano já foi notada a intensa transição que as rádios do AM estão vivendo. Deixar o seu tradicional dial e metamorfosear-se para as “novas FMs” é uma tarefa árdua, porém indispensável para o futuro da radiodifusão que ainda é uma das principais formas de disseminação de informação nas regiões metropolitanas e no interior do Brasil.

Contudo, foi revelado em um levantamento feito pelo sistema de dials Tudoradio.com que, em janeiro deste ano, 660 rádios estão no processo de migração e o maior de volume de emissoras saindo do AM e indo para o FM é nos estados do Paraná, São Paulo e Minas Gerais. Iniciada oficialmente em 2016, é esperado que este ano seja o de maior movimentação na migração.

A mudança de dial afeta positivamente o brasileiro. Com as emissoras transmitindo sua programação na faixa FM, é garantida uma maior qualidade de sinal e áudio, de forma que valorize o produto oferecido pela rádio, qualificando a recepção do público. E, além de tais fatores, ainda é liberada a faixa AM que poderá ser ocupada com outros fins, como o investimento em melhores sinais telefônicos e de internet.

Por isso, é tão necessário acompanhar as atualizações dos meios de comunicação para evoluir nos tempos digitais. Afinal, o aprimoramento das transmissões de FM também permite que mais veículos sejam receptados por aparelhos celulares, aumentando, assim, a audiência de inúmeras emissoras.

A faixa AM, por exemplo, por mais que tenha exercido uma função histórica de extrema importância por realizar transmissões que alcançassem o interior dos estados brasileiros, não têm recepção por aparelhos de celular, tendo qualidade de áudio é inferior quando comparada à FM.

Além disso, esta migração das emissoras AM para o FM está prevista em lei desde novembro de 2013 e atende ao pedido dos radiodifusores que se queixam da queda de qualidade do sinal de suas estações, que acarretam em perda de audiência e desvalorização comercial de seus produtos. Por este motivo, 2020 será um ano de mudanças positivas para os radiodifusores, uma grande evolução para o setor.

Fonte: SindiRádio
Compartilhe esta notícia:

Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS
Av. Getúlio Vargas, 774 - CJ 604 - Bairro Menino Deus
CEP: 90.150-002 - Porto Alegre - RS
FONE: (51) 3231-4260

ACESSE NOSSAS REDES

SINDIRÁDIO ® TODOS OS DIREITOS RESERVADOS