Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS | (51) 3231-4260
Junho 2020
Terça, 02 de Junho de 2020

Junho 2020

Profissional Destaque do Mês: Batista Filho

Confira o perfil do nosso homenageado!

Nome completo: João Batista de Melo Filho.

Apelido: Na infância e na família, Leleco.

Profissão: Radialista e jornalista.

Data e local de nascimento: 10/02/1940, em Lagoa Vermelha.

Veículo em que atua: Até o final de 2019 na TV Assembleia Legislativa.

Tempo de profissão: Radialista desde 3 de outubro de 1958, e jornalista desde 09 de fevereiro de 1961. Fui, nesse período, o primeiro contratado da ainda não inaugurada TV Piratini em 1º de maio de 1959.

Maiores desafios da profissão: Saber entender o seu tempo, a condição do outro e as necessidades de seu entorno. Novos modelos e estrutura de interdependência humana e de expressão exigem atualização constante no reconhecimento de fatores determinantes da ampliação de ferramentas de comunicação. Gutenberg, com sua tipografia, provocou a maior evolução na forma de expandir o pensamento e influenciar pessoas. Hoje é preciso reorganização comportamental, conhecer a tecnologia, observar o movimento da sociedade e, o mais importante, não abrir mão de ser agente da realidade.

Maior conquista profissional: Ter, durante os 61 anos de profissão, vivido do resultado do meu trabalho. O reconhecimento e generosidade de meus colegas levando-me à presidência da Diretoria e Conselho de nossa entidade de Classe: ARI (Associação Riograndense de Imprensa). Sou grato a todos que comigo trabalharam. Sinto-me responsável pelo início de carreira de muitos destacados homens e mulheres da comunicação. Agradeço pelo apoio, respeito e amor da minha família.

Inspirações profissionais: Meu tempo passou! Quero conviver com os antigos, ouvir os jovens e seus sonhos. Poder dizer que tudo vale apena e sempre traz ensinamento.

Maior experiência profissional: O encantador em nossa profissão é que nem um dia é igual ao outro. Para não ficar sem resposta objetiva, recorro a um fato intuitivo de observação: a primeira transmissão exclusiva de futebol na televisão brasileira, em 7 de março de 1996, no jogo Cruzeiro e Internacional, em Belo Horizonte, pela Libertadores da América. Narrei este jogo pela Rede Tupi. Foi o marco inicial para o que até hoje é a sustentação econômica maior para o futebol. O programa esportivo Conversa de Arquibancada, pioneiro em debates na TV, criado por Renato Cardoso, com direção de Guilherme Sibemberg (meu grande incentivador). Com a minha produção e a participação de Enio Melo, Romeu Rodrigues da Cruz, Jesus Afonso e Ângelo Garbaski. Nesse líder de audiência, surgiu a interação do torcedor com os especialistas, daí o lançamento de Paulo Santana (gremista), Hugo Amorim (colorado), sucesso de público e crítica. No telejornalismo, a participação no surgimento no primeiro noticiário do Brasil via EMBRATEL chamado “Correspondentes Brasileiros” pela Rede Tupi, tendo o Rio Grande de Sul, com a Piratini, sendo uma das cinco praças permanentes. A notícia e divulgação do teor da carta de demissão no notável  gaúcho Luís Fernando Cirne Lima do Ministério da Agricultura do Governo Médici, em maio de 1973. Na “Central de Notícias dos Associados, a formatação do trabalho multimídia tão importante, até a atualidade.

Aprendizado que leva para a vida: O compromisso com a verdade! Esse é marcado pelo respeito; respeito às diferenças, à liberdade de pensamento e de expressão; saber compreender os movimentos sociais, manter a coerência.

Maior paixão da vida: Minha família: Olenca (esposa); filhos: Sandra, João Batista de Melo Neto e Andrei Schmidt Kampff de Melo; netos: Rafael, Tarcila, Gabriel, Bernardo, Theo e Pedro Henrique; e bisnetos: Bruno, Davi, Isadora, Valentina e Antonio. De todos eles, um seguiu carreira, ao lado do exercício de direito: Andrei Schmidt Kampff de Melo, também jornalista e comentarista.

Melhor qualidade: Minha fidelidade aos amigos e aos meus princípios sociais. Mantenho as amizades, sem rusgas, há mais de 65 anos. Apenas para simplificar, pois tenho o mesmo sentimento com as relações mais recentes: Carlos Bastos, Aroldo Sartori, Paulo Ceccone, Fernando Correa, Marino Boeira e Ângelo Garbaski.

Lembranças favoritas de infância: Moramos em muitas cidades. Meu pai, fiscal da Fazenda Estadual, era transferido muitas vezes. A cidade de Encantado marcou meus primeiros voos solos nos campinhos de várzea. Na ida ao colégio na garupa do cavalo do Irno Lubke, que entregava leite para moradores da cidade. Em Pinheiro Machado – cidade de meus sonhos – inclusive de lá terminaram meus dias. Garibaldi, da minha adolescência.

Hobby: Ler! O livro, na definição de Mc Luhan, ’’O livro é a primeira máquina a ensinar‘’. A tecnologia da tipografia precede a todas as outras tecnologias. O livro impresso não sobrecarrega a memória, pelo contrário, provoca ativação. Muitos livros e autores estão gravados na minha memória: Ariano Suassuna, Darci Ribeiro, Anísio Teixeira, Pedro Nava, João Ubaldo Ribeiro, Sergio Buarque de Iolanda, Érico e Luiz Fernando Veríssimo, Nelson Werneck Sodré, Graciliano Ramos, Machado de Assis, Florestan e Helio Silva ensinam a conhecer o Brasil; Stendhal, Italo Svevo, Bairon e os contos russos mostram o mundo como ele é.

Viagem dos sonhos: A antiga Iugoslávia, sem tempo marcado de permanência.

Como você se autodefine: Alguém com vontade enorme de não ser injusto, inconveniente e desrespeitoso!

Um conselho para as novas gerações: Precisamos viver um novo tempo da empatia, onde o individualismo competitivo possa dar espaço a valores cooperativos e coletivos. A imprensa traz modelos de cultura que traduzem fases do desenvolvimento humano. O conhecimento carrega a razoabilidade, a cooperação e o auxílio mutuo, alcançando, assim, a responsabilidade e a interdependência do humano e da expressão.

 

O Sindicato das Empresas de Rádio e TV do Rio Grande do Sul
homenageia profissionais que se destacam na radiodifusão do estado.

 

Fonte: SindiRádio
Compartilhe esta notícia:

Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS
Av. Getúlio Vargas, 774 - CJ 604 - Bairro Menino Deus
CEP: 90.150-002 - Porto Alegre - RS
FONE: (51) 3231-4260

ACESSE NOSSAS REDES

SINDIRÁDIO ® TODOS OS DIREITOS RESERVADOS