Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS | (51) 3231-4260
Sintonia de uma FM na Califórnia já com a recepção de rádio via internet na área de sombra no sinal da estação
Quinta, 14 de Mai de 2020

Tendências | Com publicidade direcionada e maior dados de audiência, rádio híbrido da Audi chega à América do Norte em 2020

São Paulo - Anúncio foi feito no dia 13 durante apresentação da montadora no NAB Show Express. Rádio híbrido é indicado como futuro do rádio nos carros

A montadora Audi afirmou que irá disponibilizar a sua versão de receptor de rádio híbrido em modelos de carros que serão comercializados em 2020 nos Estados Unidos e no Canadá. O sistema, que já está presente na Europa desde 2017, realiza uma integração completa entre a transmissão de rádio via FM/AM e dados de internet. O rádio híbrido é dado como um dos futuros mais promissores para a radiodifusão e tem sido debatido nas últimas edições do NAB Show.

Christian Winter, engenheiro de desenvolvimento de mídia / rádio da Audi, realizou no dia 13 uma apresentação sobre o sistema de rádio híbrido da montadora. As vantagens para as emissoras é a possibilidade de integrar conteúdos digitais (como áudio via streaming, podcasts, programas on-demand, canais de interatividade e informações adicionais, como logotipos das estações) com a transmissão terrestre (FM/AM).

Ou seja, a emissora de rádio poderá executar campanhas publicitárias personalizadas nos receptores híbridos, já que há conexão automática com dados de internet. E também será possível aferir os impactos dessas campanhas, além de outros dados analíticos sobre a audiência de cada estação.

O sistema híbrido é uma vantagem para o ouvinte: na apresentação de Christian, o engenheiro mostra os testes feitos pela Audi na região de São Francisco (EUA): um vídeo mostra uma FM local sintonizada perdendo o sinal em áreas de sombras e o sistema, entendendo a dificuldade, muda a recepção para o streaming dessa mesma emissora. Quando o sinal FM é restabelecido, o sistema deixa o áudio online e retorna para a recepção terrestre.

A integração é feita com sinais em FM/AM analógico e também com sinais digitais, como o HD nos Estados Unidos e o DAB+ na Europa. O receptor aproveita todos os dados de RDS e outras informações disponibilizadas pelo FM/AM digital, assim como todos os dados vindos de streaming.

Além de áudio ao vivo, a emissora pode também disponibilizar outros conteúdos de áudio para o ouvinte, como podcasts relacionados com a rádio, outros conteúdos sob demanda e uma maior integração social entre a audiência e a estação.

Segundo Christian, o rádio híbrido é uma alternativa para manter o rádio com acesso fácil e principalmente mais relevante perante a concorrência com outros formatos de mídia. Isso pelo fato das emissoras poderem fornecer serviços adicionais aos seus ouvintes, de forma rápida e facilitada.

Informações adicionais importantes, como logotipos das emissoras, aparecem tanto no receptor do rádio da Audi, como também em outras áreas do carro, como no console próximo ao ar condicionado e no painel do veículo, dependendo do modelo.

A apresentação feita pela Audi foi um dos painéis que tiveram o rádio como tema central no dia 13, no NAB Show Express. O evento virtual foi uma forma da NAB suprir a não realização do NAB Show 2020, devido a pandemia do novo coronavírus.

Fonte: Tudo Rádio
Compartilhe esta notícia:

Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS
Av. Getúlio Vargas, 774 - CJ 604 - Bairro Menino Deus
CEP: 90.150-002 - Porto Alegre - RS
FONE: (51) 3231-4260

ACESSE NOSSAS REDES

SINDIRÁDIO ® TODOS OS DIREITOS RESERVADOS