Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS | (51) 3231-4260
Sintoniza aí: MCom autoriza migração de rádios de AM para FM
Quarta, 21 de Julho de 2021

Sintoniza aí: MCom autoriza migração de rádios de AM para FM

Onze emissoras do CE, MG, MT, PE, SC e SP receberam permissão para operar em Frequência Modulada

Moradores de cidades do Ceará, Minas Gerais, Mato Grosso, Pernambuco, Santa Catarina e São Paulo contam agora com mais opções no rádio FM para se informar e se divertir. O Ministério das Comunicações (MCom) concedeu autorização para que onze emissoras — que hoje operam em AM nesses estados — transmitam por ondas FM. As outorgas foram publicadas na quinta-feira (15/7) no Diário Oficial da União.

Queremos garantir que as emissoras possam continuar a prestação dos serviços no FM, o que amplia a diversidade de conteúdo, aumenta a competição e melhora o serviço para o cidadão - Maximiliano Martinhão.

As emissoras terão aumento significativo da qualidade da transmissão, com menos ruídos. Com a migração, as rádios abrem espaço para ampliação da audiência, principalmente porque alguns aparelhos (como celulares e tablets) não sintonizam AM. Fora isso, as rádios FM têm custos menores, em particular com o consumo de energia elétrica de equipamentos, o que gera economia na manutenção das estações. A população, por sua vez, é beneficiada com mais acesso à informação.

"Queremos garantir que as emissoras possam continuar a prestação dos serviços no FM, o que amplia a diversidade de conteúdo, aumenta a competição e melhora o serviço para o cidadão", afirma Maximiliano Martinhão, secretário de Radiodifusão do MCom

Conforme os dados da Pasta, há mais de 1,6 mil pedidos de migração AM-FM válidos. Já foram incluídos mais de 1,2 mil canais no PBFM, o Plano Básico de Distribuições de Canais de Radiodifusão Sonora em Frequência Modulada. Do total, mais de 850 já realizaram a migração. A meta é concluir o processo até 2022.

Viabilidade da migração

Para mudar de AM para a FM, as emissoras devem fazer requerimento ao MCom. Em seguida, a Anatel realiza estudo de viabilidade e verifica a habilitação jurídica. Cumpridos todos os requisitos, as emissoras recebem notificação e devem realizar pagamento para adaptação da outorga.

Fonte: MCom
Compartilhe esta notícia:

Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS
Av. Getúlio Vargas, 774 - CJ 604 - Bairro Menino Deus
CEP: 90.150-002 - Porto Alegre - RS
FONE: (51) 3231-4260
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

ACESSE NOSSAS REDES

SINDIRÁDIO ® TODOS OS DIREITOS RESERVADOS