Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS | (51) 3231-4260
RÁDIO CONTINUA “REINANDO” ENTRE TODAS AS PLATAFORMAS DE ÁUDIO NOS ESTADOS UNIDOS
Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

RÁDIO CONTINUA “REINANDO” ENTRE TODAS AS PLATAFORMAS DE ÁUDIO NOS ESTADOS UNIDOS

Novo estudo aponta que o rádio AM/FM continua com larga vantagem na liderança do alcance entre todas plataformas de mídia

 

O rádio parece viver uma nova “era de ouro” mesmo com o crescimento expressivo das opções de como consumir áudio em todo o planeta. Segundo o mais recente levantamento realizado pelo Nielsen, instituto que mede audiência e padrões de consumo nos Estados Unidos, o rádio AM/FM continua na liderança entre todas as plataformas de mídia, mantendo os 93% de pesquisas anteriores. Isso posiciona o rádio norte-americano à frente da televisão, smartphones, computadores, entre outros dispositivos. Acompanhe o panorama:
A conclusão sobre o desempenho do rádio é relacionada ao segundo quarto de 2017, do levantamento “Comparable Metrics Report”. O estudo aponta que “o rádio continua a ser o melhor caminho para alcançar os consumidores em todas as plataformas de mídia”, segundo o relatório do Nielsen. A cada semana, mais norte-americanos consumem o rádio (AM e FM) do que assistem televisão ou usam smartphones, tablets ou computadores. 
O estudo também destaca que o “streaming de áudio” também oferece ao público mais maneiras de consumir o meio rádio. Em números, o rádio AM /FM continua a atingir mais pessoas a cada semana do que qualquer outro meio de mídia nos Estados Unidos, resultando 228,5 milhões de adultos (18 anos ou mais), superior aos 216,5 milhões para a televisão, 204 milhões para aplicativos / web em celulares e 127,6 milhões para vídeos em um smartphone. 
Áudio
Em relação à áudio, o alcance semanal do rádio (228,5 milhões) é bem superior a 67,6 milhões de streaming, 25,9 milhões de rádio por satélite (mídia comum nos Estados Unidos, que não tem relação ao rádio FM/AM) e a 20,7 milhões dos podcasts.
Em dias, isso resulta o uso do rádio em cinco dias por semana, em comparação com três dias para streaming em smartphones/tablets e dois dias de transmissão no computador.
The New Black e Brasil
Recentemente o tudoradio.com também publicou outro levantamento realizado pelo Nielsen, sobre o comportamento do público de rádio que se considera “Fashion Forward”, ou seja, que segue tendências de moda e são mais ativos na economia. O levantamento é importante para o meio rádio, pois aponta a importância do veículo nas decisões do público para consumo. O meio Rádio também é o formato de mídia que está mais próximo ao "ponto de compra".
Os levantamentos nos Estados Unidos são sempre acompanhados com atenção pelo rádio brasileiro, considerando a maior concorrência entre dispositivos e o maior acesso à internet naquele país. Porém, o rádio norte-americano conta com mais opções de formatos de programação, o que ajuda a ampliar o universo de ouvintes presentes no meio. No Brasil, segundo o último levantamento feito pelo Kantar Ibope Media, o alcance do meio rádio está em 87% nas 13 regiões metropolitanas pesquisadas pelo instituto.

O rádio parece viver uma nova “era de ouro” mesmo com o crescimento expressivo das opções de como consumir áudio em todo o planeta. Segundo o mais recente levantamento realizado pelo Nielsen, instituto que mede audiência e padrões de consumo nos Estados Unidos, o rádio AM/FM continua na liderança entre todas as plataformas de mídia, mantendo os 93% de pesquisas anteriores. Isso posiciona o rádio norte-americano à frente da televisão, smartphones, computadores, entre outros dispositivos. Acompanhe o panorama:

 

A conclusão sobre o desempenho do rádio é relacionada ao segundo quarto de 2017, do levantamento “Comparable Metrics Report”. O estudo aponta que “o rádio continua a ser o melhor caminho para alcançar os consumidores em todas as plataformas de mídia”, segundo o relatório do Nielsen. A cada semana, mais norte-americanos consumem o rádio (AM e FM) do que assistem televisão ou usam smartphones, tablets ou computadores. 

 

O estudo também destaca que o “streaming de áudio” também oferece ao público mais maneiras de consumir o meio rádio. Em números, o rádio AM /FM continua a atingir mais pessoas a cada semana do que qualquer outro meio de mídia nos Estados Unidos, resultando 228,5 milhões de adultos (18 anos ou mais), superior aos 216,5 milhões para a televisão, 204 milhões para aplicativos / web em celulares e 127,6 milhões para vídeos em um smartphone. 

 

Áudio

 

Em relação à áudio, o alcance semanal do rádio (228,5 milhões) é bem superior a 67,6 milhões de streaming, 25,9 milhões de rádio por satélite (mídia comum nos Estados Unidos, que não tem relação ao rádio FM/AM) e a 20,7 milhões dos podcasts.

 

Em dias, isso resulta o uso do rádio em cinco dias por semana, em comparação com três dias para streaming em smartphones/tablets e dois dias de transmissão no computador.

 

The New Black e Brasil

 

Recentemente o tudoradio.com também publicou outro levantamento realizado pelo Nielsen, sobre o comportamento do público de rádio que se considera “Fashion Forward”, ou seja, que segue tendências de moda e são mais ativos na economia. O levantamento é importante para o meio rádio, pois aponta a importância do veículo nas decisões do público para consumo. O meio Rádio também é o formato de mídia que está mais próximo ao "ponto de compra".

 

Os levantamentos nos Estados Unidos são sempre acompanhados com atenção pelo rádio brasileiro, considerando a maior concorrência entre dispositivos e o maior acesso à internet naquele país. Porém, o rádio norte-americano conta com mais opções de formatos de programação, o que ajuda a ampliar o universo de ouvintes presentes no meio. No Brasil, segundo o último levantamento feito pelo Kantar Ibope Media, o alcance do meio rádio está em 87% nas 13 regiões metropolitanas pesquisadas pelo instituto.

 

Fonte: TUDO RÁDIO
Compartilhe esta notícia:

Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS
Rua Riachuelo, 1098 - Sala 204 - Bairro Centro
CEP: 90.010-270 - Porto Alegre - RS
FONE: (51) 3231-4260
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

ACESSE NOSSAS REDES

SINDIRÁDIO ® TODOS OS DIREITOS RESERVADOS