Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS | (51) 3231-4260
Levantamento: Sem contar com eFMs, migração AM-FM se aproxima de 800 rádios mapeadas pelo Dials tudoradio.com
Quarta, 21 de Julho de 2021

Levantamento: Sem contar com eFMs, migração AM-FM se aproxima de 800 rádios mapeadas pelo Dials tudoradio.com

São 790 emissoras ativas na faixa FM que foram originadas na faixa AM. O levantamento considera aquelas rádios que contam com suas coberturas mapeadas pelo tudoradio.com

O Brasil se aproxima da marca de 800 migrantes da faixa AM que possuem sua cobertura em FM já mapeada pelo tudoradio.com. Até o fechamento desta matéria, finalizada na madrugada desta quarta-feira (21), eram 790 migrantes AM-FM ativas no dial FM. E o levantamento não considera as emissoras eFM (em FM estendido) que estão operando em caráter científico, estações que também foram registradas pelo guia Dials AM/FM do tudoradio.com. O assunto migração das AMs terá mais um balanço nesta quarta-feira, em edição especial do AESP Talks (a partir das 11h00). Acompanhe:

O Paraná continua como o estado que conta com o maior número de migrantes AM-FM mapeadas, totalizando 102 estações já ativas em FM. A lista foi ampliada neste final de semana com o início das operações da Rádio Esperança FM 104.3 de Prudentópolis, na região conhecida como Campos Gerais. Com a abertura da faixa convencional (88.1 FM a 107.9 FM) para grandes centros como Londrina, Maringá, Cascavel e Ponta Grossa, a migração AM-FM foi impulsionada no estado. Esse processo ocorreu antes da nova liberação do FM convencional em outros estados, devido a viabilidade técnica e os acordos entre os migrantes.

Quem também chega próximo da marca centenária é o estado de São Paulo, com 93 emissoras originadas na faixa AM e que foram mapeadas no dial FM. Esse número deverá ser ampliado de forma considerável a partir desse segundo semestre de 2021, com a confirmação de mais canais em FM convencional para o interior paulista e também com a canalização da faixa estendida em grandes centros, como São Paulo, Campinas, São José dos Campos, Ribeirão Preto, Sorocaba, entre outros.

Minas Gerais (91 estações mapeadas) também está próximo da marca centenária, enquanto outros estados com menos estações estão com a migração AM-FM avançando. Bahia (42), Ceará (40), Mato Grosso (42), Mato Grosso do Sul (40), Rio Grande do Sul (69) e Santa Catarina (66) também contam com números expressivos, superando a casa das 40 migrantes mapeadas por estado. 

Os números variam entre estados devido a vários fatores: número de estações aptas a migrar para o FM, avanço e disponibilidade da canalização no dial FM (entre FM convencional e FM estendido), tamanho dos mercados, entre outros pontos que devem ser considerados. A lista completa pode ser conferida aqui.

E as eFM ativas?

Desde maio são 10 eFM ativas no dial brasileiro, entre emissoras migrantes da faixa AM e também estações públicas que não necessariamente estavam em ondas médias (caso da Rádio Nacional em São Paulo, Recife e Belo Horizonte). Como essas transmissões ocorrem em caráter científico, as emissoras não foram listadas no levantamento geral, mas estão mapeadas pelo Dials AM/FM do tudoradio.com. De qualquer forma, assim que ocorrer a instalação do porte técnico definitivo, essas estações ampliarão o número de migrantes AM-FM registrado pelo levantamento.

Vale recordar as transmissões ativas em eFM até o momento:

Rádio Capital FM 77.5 - São Paulo
Rádio Cultura Brasil FM 77.9 - São Paulo
Rádio Jornal FM 76.1 - Recife
Rádio Liberdade FM 83.3 - Porto Alegre
Rádio Nacional FM 87.1 - São Paulo 
Rádio Nacional FM 87.1 - Recife
Rádio Nacional FM 87.1 - Rio de Janeiro
Rádio Nacional FM 87.1 - Belo Horizonte 
Rádio MEC FM 87.1 - Brasília
Rádio Banda B FM 79.1 - Curitiba 

FM 2.0. Um balanço da migração AM-FM e a ampliação do dial

Hoje (21) a Associação das Emissoras de Rádio e Televisão do Estado São Paulo (AESP) vai realizar o 3º Encontro Virtual do Comitê Técnico de 2021. O evento, que terá transmissão pelas redes sociais da entidade a partir das 11h, e vai ter como tema o Uso da Faixa Estendida FM, chamado agora como FM 2.0.

Estão confirmados como convidados Flávio Lara Resende – Presidente ABERT; André Cintra – Diretor de Rádio da ABERT; André Canassa -Banda B Curitiba (PR); Jair Ventura - Jornal do Commercio Recife (PE); Marcello Cesário - Rádio Capital (SP); e José Mauro Ávila – Vice-líder Comitê AESP. A transmissão do evento será pelo perfil oficial da AESP no Facebook e no YouTube.

O levantamento do tudoradio.com

O número é relacionado ao levantamento feito pelo tudoradio.com nos dials AM/FM no portal, ou seja, são 790 migrantes AM-FM que tem a sua cobertura em FM já mapeada pela equipe do portal (até o fechamento desta matéria).

O levantamento completo (inclusive o número de migrantes por estado) pode ser acompanhado aqui. A atualização é diária.

Fonte: Tudo Rádio
Compartilhe esta notícia:

Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS
Av. Getúlio Vargas, 774 - CJ 604 - Bairro Menino Deus
CEP: 90.150-002 - Porto Alegre - RS
FONE: (51) 3231-4260
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

ACESSE NOSSAS REDES

SINDIRÁDIO ® TODOS OS DIREITOS RESERVADOS