Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS | (51) 3231-4260
Estudo feito nos Estados Unidos aponta que é o rádio que gera resultados digitais e ajuda na busca de novos clientes
Quinta, 28 de Novembro de 2019

Estudo feito nos Estados Unidos aponta que é o rádio que gera resultados digitais e ajuda na busca de novos clientes

Levantamento mostra que, em apenas 10 minutos, o rádio provocou um aumento médio de 17% no tráfego de portais e sites de internet

Um levantamento foi feito pela LeadsRX, empresa de software de atribuição de mídia, a pedido do grupo norte-americano iHeartMedia, chegou a conclusão que o rádio é a melhor maneira de incrementar o fluxo de tráfego de plataformas digitais. A afirmação foi possível após análise de 17 meses de dados coletados, estes que medem o impacto de mais de 2 milhões de comerciais de rádios para mais de 300 anunciantes de automóveis nos Estados Unidos. E o resultado aponta que a maioria do tráfego da internet atribuível por rádio é de novos clientes que nunca haviam visitado o site da marca antes, ou seja, impactando diretamente no alcance de novos clientes.

O impacto é imediato segundo o estudo: em 10 minutos após a exibição comercial, os sites analisados tiveram um aumento médio de 17% no tráfego de visitantes. Outro ponto: curiosamente, as marcas de automóveis que anunciavam sete dias por semana obtinham resultados 90% melhores do que aquelas que anunciavam em períodos mais curtos, como quatro dias por semana.

O relatório do levantamento destaca que "os clientes em potencial estão tão envolvidos durante a semana quanto nos finais de semana. Eles também estão em seus carros a semana toda, onde o rádio domina a audição no carro". E completa afirmando que "não é de surpreender que as promoções para marcas de automóveis e concessionárias estejam alinhadas particularmente bem com os horários de manhã, meio dia e tarde, já que a maioria das compras de carros acontece durante o dia".

O estudo acaba colaborando com outras percepções já acompanhadas pelo mercado, sobre o impacto da mídia de rádio no digital, no incremento da relevância e criação de público em plataformas digitais, como os podcasts.

Duração, tempo ou frequência? Quem contribui mais para a efetividade do anúncio?

A pesquisa contou também com a execução de variedade de testes estatísticos para determinar quais dessas variáveis tiveram o maior papel. Foi descoberto que o fator mais influente no aumento no tráfego digital do anunciante era a programação da mídia (alcance e frequência - simplesmente, o número de pessoas que ouvem o anúncio e quantas vezes são expostas a ele).

O levantamento conclui que com um alto grau de confiança que uma carga pontual mais alta levava a resultados mais altos em 91% das vezes. "Acontece que 10 comerciais por dia é o ponto de inflexão. Para os anunciantes, esses são dados cruciais: um aumento incremental do investimento (de 8 ou 9 para 10) pode dobrar o desempenho", destaca o relatório.

Peso do comunicador

Outro ponto importante é da influência dos comunicadores. Segundo o relatório, o endosso do comercial feito pelos radialistas geraram o dobro de taxa de resposta do público. O relatório explica que "isso ocorre porque o comunicador do rádio atua como companheiros importantes durante as transmissões, e essa companhia se traduz em influência".

A pesquisa ainda aponta que 75% dos ouvintes percebem uma "profunda conexão" com o comunicador, enquanto 79% afirmam que "valorizam suas opiniões e perspectivas", explicando a força desse impacto na publicidade.

Indicações aos anunciantes

A iHeartMedia, em seu comunicado sobre o levantamento, afirma que orienta os anunciantes "para evitar a abordagem 'tamanho único', que vê as marcas usarem o mesmo criativo em todas as plataformas".

Também afirma que incentiva "a inovação com música, masculino versus. vozes femininas, apelos à ação, assim como frequência e duração".

E conclui o seu relatório afirmando que "a pesquisa LeadsRx sugere que uma campanha que inclua uma combinação de anúncios, períodos do dia e dias da semana trará os melhores resultados. Em outras palavras, a diversidade é importante".

O relatório foi divulgado em novembro deste ano para o mercado norte-americano.

Com informações da iHeartMedia e da LeadsRx

Fonte: Tudo Rádio
Compartilhe esta notícia:

Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS
Av. Getúlio Vargas, 774 - CJ 604 - Bairro Menino Deus
CEP: 90.150-002 - Porto Alegre - RS
FONE: (51) 3231-4260

ACESSE NOSSAS REDES

SINDIRÁDIO ® TODOS OS DIREITOS RESERVADOS