Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS | (51) 3231-4260
Consumidores mais otimistas com o pós-pandemia levam o rádio junto em suas rotinas
Quarta, 09 de Junho de 2021

Consumidores mais otimistas com o pós-pandemia levam o rádio junto em suas rotinas

Análise feita pela Westwood One mostra que o retorno à normalidade por parte da população conta com o rádio em suas rotinas. Grupo oferece oportunidades para os anunciantes

Uma análise realizada pela Westwood One, com base em um estudo em andamento feito pela Nielsen, mostra que a retomada da normalidade num período pós-pandêmico poderá ser positiva para o rádio. Segundo o relatório, os consumidores deverão retomar os seus deslocamentos, mantendo o rádio nessa rotina. E isso é ainda mais claro no grupo de pessoas que estão mais otimistas com o retorno à normalidade. Outro ponto de destaque é a propensão desse grupo para gastos com viagens, restaurantes, automóveis, entre outros segmentos. Os dados são relacionados aos Estados Unidos, país que vive um possível estágio mais avançado do pós-pandemia da covid-19. 

Os dados são relacionados aos últimos estudos de opinião do consumidor, realizado pela Nielsen desde o ano passado. O levantamento divide os entrevistados em três segmentos com base em sua percepção sobre a reabertura econômica. São eles:  "espere para ver", "prossiga com cautela" e "pronto para ir". 

Com base no estudo mais recente, realizado em março passado com mais de 1 mil consumidores, seis em cada dez entrevistados responderam que estão “prontos para começar”, totalizando 61% dos consumidores pesquisados. Para se ter uma ideia, há quase 1 ano (abril de 2020) esse percentual estava em 34%. Mais de nove em cada dez (95%) desse segmento concordam que as pessoas estão começando a retomar as atividades normais, com 92% apontam positivamente para a reabertura de lojas e 90% veem suas cidades saindo da crise.

Segundo a análise da Westwood One, os resultados da Nielsen mostram que os consumidores concentrados no segmento “pronto para ir” são mais propensos a ouvir rádio AM / FM em um dia normal, em comparação com qualquer um dos outros dois grupos mais hesitantes. 

"No segmento 'pronto para ir', os anunciantes podem encontrar um grupo de consumidores desejáveis que supera os índices de ter filhos de 2 a 11 anos (117), ter uma renda anual de US $100.000 + (113) e trabalhar fora de casa (114). Os consumidores 'prontos para ir' também tendem a ser ouvintes de rádio AM / FM. Em comparação com a média, os consumidores 'prontos para ir' têm 5% mais chances de ouvir rádio AM / FM em um dia normal", destaca a análise feita pela Westwood One.

Outro ponto de destaque tem relação ao perfil de consumo desse grupo "pronto para ir". Segundo o levantamento, à medida que as restrições diminuem, as pessoas estão ansiosas para sair de suas cidades. Ou seja, há uma grande propensão com gastos com viagens aéreas, reservas de hotéis, compra de carros e jantares fora. 

De acordo com o estudo de consumo da Nielsen, 24% dos ouvintes intensos de rádio AM / FM pretendem planejar ou reservar férias dentro de um mês após a covid-19 diminuir em sua região, ou seja 41% a mais do que os telespectadores intensos. Os ouvintes de podcast são ainda mais prováveis, com 33% afirmando que pretendem planejar ou fazer uma reserva em um mês, segundo a análise da Westwood One, com base nos dados da Nielsen.

Outro ponto importante para os anunciantes: mais ouvintes de rádio AM / FM (17%) e ouvintes de podcast (13%) pretendem viajar de avião dentro de um mês após a atenuação das restrições da pandemia, em comparação com apenas 5% dos telespectadores assíduos.

Ouvintes de podcast e ouvintes intensos de rádio AM / FM são 57% mais propensos a gastar mais em reservas de hotel em um mês após a flexibilização das restrições, isso em relação ao consumidor médio, segundo a análise.

A análise ainda destaca que os ouvintes de podcast (+ 43%) e ouvintes de rádio AM / FM (+ 18%) têm maior probabilidade de fazer uma compra ou aluguel de automóveis nos próximos 12 meses. E esses dois grupos também são mais propensos a jantar fora. 63% dos ouvintes intensos de rádio AM / FM e 54% dos ouvintes de podcast pretendem jantar fora dentro de um mês após a flexibilização das restrições da pandemia.

"Com uma marca mais forte e uma mudança no orçamento para rádio AM / FM e podcasts, anunciantes de viagens, companhias aéreas, hotéis, concessionárias de automóveis e restaurantes podem se recuperar estrategicamente da pandemia" afirma Lauren Vetrano, diretora de marketing de conteúdo da Cumulus Media, ligada à Westwood One, em entrevista ao portal norte-americano Inside Radio.

"Embora a turbulência do ano passado tenha confundido muitos setores, o ressurgimento é uma chance para os anunciantes otimizarem seus orçamentos de publicidade e se concentrarem em maneiras de alcançar consumidores que estão prontos para gastar", declara Vetrano.

Fonte: Tudo Rádio
Compartilhe esta notícia:

Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS
Rua Riachuelo, 1098 - Sala 204 - Bairro Centro
CEP: 90.010-270 - Porto Alegre - RS
FONE: (51) 3231-4260
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

ACESSE NOSSAS REDES

SINDIRÁDIO ® TODOS OS DIREITOS RESERVADOS