NOTÍCIAS   PÁGINA INICIAL
09/05/18
RÁDIO CONCENTROU 4% DO BOLO PUBLICITÁRIO EM 2017 SEGUNDO KANTAR IBOPE MEDIA
São Paulo absorveu 25% do investimento em mídia realizado em todo o Brasil

 

O crescimento no PIB de 1% e a elevação nos índices de consumo contribuíram para um melhor desempenho na compra de espaço publicitário em 2017. Mais de 84 mil marcas foram expostas em 2017, um crescimento de 1,4% em relação ao volume registrado em 2016. Entre os 10 setores que mais investiram em mídia em 2017, que representam mais de 80% de toda a atividade publicitária no último ano, apenas os setores de Comércio, Automotivo e o de Bebidas apresentaram retração em seus números. O Rádio concentrou cerca de 4% do bolo publicitário em 2017.
Considerando os 10 anunciantes que mais movimentaram verba de mídia no último ano, baseado no espaço ocupado e no preço de venda dos veículos desconsiderando descontos, 4 deles atuam no setor Farmacêutico. Ao todo, 61.380 anunciantes marcaram presença nos meios e veículos monitorados pela Kantar IBOPE Media em 2017. 
Entre os mercados monitorados, São Paulo segue como líder, absorvendo 25% de toda a verba destinada para compra de espaço publicitário. Ao lado de Rio de Janeiro e Belo Horizonte, os três maiores mercados são responsáveis por receber 38% de toda a verba de mídia do país. A perspectiva de crescimento na economia, a realização de eventos esportivos como o Mundial de Futebol e as Eleições devem movimentar o mercado de mídia em 2018.
Investimento de mídia no Rádio
No último ano, o Rádio concentrou 4% da verba destinada para compra de mídia. Em 2017, o meio passou a contar com uma nova cobertura, a partir da inclusão de Florianópolis, Goiânia e Vitória nas praças aferidas, e teve seu período de monitoramento diário ampliado de 12 para 16 horas por dia, que contribuiu para um crescimento de 24%. A contribuição dos novos mercados e a ampliação no período de coleta representaram 19% do crescimento total.
As categorias de produtos que mais investiram em Rádio foram a de Eventos Sociais e Culturais, Campanhas Públicas, Super Hipermercados e Atacadistas, Ensino Escolar e Universitário e Outros Serviços ao Consumidor. As cinco categorias foram responsáveis por 25% de todo o investimento realizado em Rádio, em valores publicitários brutos.

O crescimento no PIB de 1% e a elevação nos índices de consumo contribuíram para um melhor desempenho na compra de espaço publicitário em 2017. Mais de 84 mil marcas foram expostas em 2017, um crescimento de 1,4% em relação ao volume registrado em 2016. Entre os 10 setores que mais investiram em mídia em 2017, que representam mais de 80% de toda a atividade publicitária no último ano, apenas os setores de Comércio, Automotivo e o de Bebidas apresentaram retração em seus números. O Rádio concentrou cerca de 4% do bolo publicitário em 2017.

 

Considerando os 10 anunciantes que mais movimentaram verba de mídia no último ano, baseado no espaço ocupado e no preço de venda dos veículos desconsiderando descontos, 4 deles atuam no setor Farmacêutico. Ao todo, 61.380 anunciantes marcaram presença nos meios e veículos monitorados pela Kantar IBOPE Media em 2017. 

 

Entre os mercados monitorados, São Paulo segue como líder, absorvendo 25% de toda a verba destinada para compra de espaço publicitário. Ao lado de Rio de Janeiro e Belo Horizonte, os três maiores mercados são responsáveis por receber 38% de toda a verba de mídia do país. A perspectiva de crescimento na economia, a realização de eventos esportivos como o Mundial de Futebol e as Eleições devem movimentar o mercado de mídia em 2018.

 

Investimento de mídia no Rádio

 

No último ano, o Rádio concentrou 4% da verba destinada para compra de mídia. Em 2017, o meio passou a contar com uma nova cobertura, a partir da inclusão de Florianópolis, Goiânia e Vitória nas praças aferidas, e teve seu período de monitoramento diário ampliado de 12 para 16 horas por dia, que contribuiu para um crescimento de 24%. A contribuição dos novos mercados e a ampliação no período de coleta representaram 19% do crescimento total.

 

As categorias de produtos que mais investiram em Rádio foram a de Eventos Sociais e Culturais, Campanhas Públicas, Super Hipermercados e Atacadistas, Ensino Escolar e Universitário e Outros Serviços ao Consumidor. As cinco categorias foram responsáveis por 25% de todo o investimento realizado em Rádio, em valores publicitários brutos.

 



Fonte: TUDO RÁDIO
 
   
Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão no Estado do Rio Grande do Sul
Av. Getúlio Vargas, 774 - cj 604 - Bairro Menino Deus
CEP: 90.150-002 - Porto Alegre - RS - Fone: (51) 3231-4260
 
Sindiradio ® Todos os direitos reservados