NOTÍCIAS   PÁGINA INICIAL
20/12/17
GIRED CONFIRMA DESLIGAMENTO DO SINAL ANALÓGICO DE TV NA BAIXADA
O Gired considerou que os municípios da região atendem às condições previstas e estão aptos para fazer a transição

 

A partir desta quarta-feira (20), os moradores de Santos (SP) e outros oito municípios da Baixada Santista passarão a contar apenas com o sinal digital de televisão. O desligamento das transmissões analógicas na região foi confirmado durante reunião do Grupo de Implantação da TV Digital (Gired), nesta terça-feira (19). Mais de 631 mil será beneficiado com o sinal digital.
“O Gired flui bem hoje em dia. Virou rotina o desligamento das cidades. Em termos populacionais, já são 67 milhões de pessoas com sinal digital nas suas casas. É um êxito muito grande. Estamos dentro do cronograma”, afirmou a secretária de Radiodifusão do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Vanda Nogueira.
Além de Santos, o sinal analógico de TV será desligado nas cidades de Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Monguagá, Peruíbe, Praia Grande e São Vicente.
Segundo a última pesquisa, 89% dos domicílios da Baixada Santista estão preparados para a recepção do sinal digital de televisão. A Portaria nº 378/2016 estabelece o índice mínimo de 93% dos lares com acesso ao sinal digital para que o desligamento do sinal analógico ocorra, com margem de erro de três pontos percentuais. O Gired considerou que os municípios da região atendem às condições previstas e estão aptos para fazer a transição.
Em 2017, 295 municípios em todo o país foram afetados pelo desligamento do sinal analógico de TV. Um total de 139 estudos de viabilidade para implantação das redes LTE e 4G foram aprovados pelo Gired, somando 2.347 novos municípios. Ao todo, em 3.489 municípios a faixa de 700 MHz (megahertz) já se encontra desocupada para canais de televisão.
Até o momento mais de três mil estações foram licenciadas na faixa de 700 MHz, abarcando mais de 700 municípios no país. Foram distribuídos quase 6,8 milhões de kits com conversor e antena para recepção do sinal digital, que são destinados às famílias de baixa renda cadastradas em programas sociais do governo federal. Os kits podem ser solicitados pelo telefone 147 ou pelo site www.sejadigital.com.br.
“Conseguimos alcançar os resultados deste ano. O desligamento chegou a milhões de pessoas no Brasil cumprindo o cronograma definido pelo ministério. Em 2018, serão mais 55 milhões de pessoas alcançadas pela TV Digital. A gente deve distribuir mais uns seis milhões de kit gratuitos”, disse o presidente-substituto do Gired, Vitor Menezes.
O sistema digital de TV permite à população receber uma programação com melhor qualidade de imagem e som, sem interferências como chuviscos ou fantasmas. As vantagens do sinal digital incluem ainda a possibilidade de assistir TV em dispositivos móveis; a multiprogramação, que comporta a transmissão de diferentes programações em um mesmo canal; e a possibilidade de interatividade por meio do Ginga, o middleware nacional para a troca de dados diretamente pelo televisor.
Cronograma
Em janeiro, a previsão é que Campinas (SP) e as cidades do Vale do Paraíba, também no estado de São Paulo, passem a receber apenas o sinal digital a partir do dia 17.  Para os municípios de Franca (SP) e Ribeirão Preto (SP), previstos para o dia 30 de janeiro, é necessário realizar nova pesquisa para aferir o índice mínimo dos lares com acesso ao sinal digital para que o desligamento ocorra.

A partir desta quarta-feira (20), os moradores de Santos (SP) e outros oito municípios da Baixada Santista passarão a contar apenas com o sinal digital de televisão. O desligamento das transmissões analógicas na região foi confirmado durante reunião do Grupo de Implantação da TV Digital (Gired), nesta terça-feira (19). Mais de 631 mil será beneficiado com o sinal digital.

 

“O Gired flui bem hoje em dia. Virou rotina o desligamento das cidades. Em termos populacionais, já são 67 milhões de pessoas com sinal digital nas suas casas. É um êxito muito grande. Estamos dentro do cronograma”, afirmou a secretária de Radiodifusão do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Vanda Nogueira.

 

Além de Santos, o sinal analógico de TV será desligado nas cidades de Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Monguagá, Peruíbe, Praia Grande e São Vicente.

 

Segundo a última pesquisa, 89% dos domicílios da Baixada Santista estão preparados para a recepção do sinal digital de televisão. A Portaria nº 378/2016 estabelece o índice mínimo de 93% dos lares com acesso ao sinal digital para que o desligamento do sinal analógico ocorra, com margem de erro de três pontos percentuais. O Gired considerou que os municípios da região atendem às condições previstas e estão aptos para fazer a transição.

 

Em 2017, 295 municípios em todo o país foram afetados pelo desligamento do sinal analógico de TV. Um total de 139 estudos de viabilidade para implantação das redes LTE e 4G foram aprovados pelo Gired, somando 2.347 novos municípios. Ao todo, em 3.489 municípios a faixa de 700 MHz (megahertz) já se encontra desocupada para canais de televisão.

 

Até o momento mais de três mil estações foram licenciadas na faixa de 700 MHz, abarcando mais de 700 municípios no país. Foram distribuídos quase 6,8 milhões de kits com conversor e antena para recepção do sinal digital, que são destinados às famílias de baixa renda cadastradas em programas sociais do governo federal. Os kits podem ser solicitados pelo telefone 147 ou pelo site www.sejadigital.com.br.

 

“Conseguimos alcançar os resultados deste ano. O desligamento chegou a milhões de pessoas no Brasil cumprindo o cronograma definido pelo ministério. Em 2018, serão mais 55 milhões de pessoas alcançadas pela TV Digital. A gente deve distribuir mais uns seis milhões de kit gratuitos”, disse o presidente-substituto do Gired, Vitor Menezes.

 

O sistema digital de TV permite à população receber uma programação com melhor qualidade de imagem e som, sem interferências como chuviscos ou fantasmas. As vantagens do sinal digital incluem ainda a possibilidade de assistir TV em dispositivos móveis; a multiprogramação, que comporta a transmissão de diferentes programações em um mesmo canal; e a possibilidade de interatividade por meio do Ginga, o middleware nacional para a troca de dados diretamente pelo televisor.

 

Cronograma

 

Em janeiro, a previsão é que Campinas (SP) e as cidades do Vale do Paraíba, também no estado de São Paulo, passem a receber apenas o sinal digital a partir do dia 17.  Para os municípios de Franca (SP) e Ribeirão Preto (SP), previstos para o dia 30 de janeiro, é necessário realizar nova pesquisa para aferir o índice mínimo dos lares com acesso ao sinal digital para que o desligamento ocorra.

 



Fonte: MCTIC
 
   
Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão no Estado do Rio Grande do Sul
Av. Getúlio Vargas, 774 - cj 604 - Bairro Menino Deus
CEP: 90.150-002 - Porto Alegre - RS - Fone: (51) 3231-4260
 
Sindiradio ® Todos os direitos reservados